Secretaria de Saúde

Férias: redobre a atenção para prevenir queimaduras em crianças

Em caso de acidente não se deve passar nada no ferimento apenas lavar com água corrente e procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo

783

Por Assessoria de Comunicação, fonte Secretaria de Estado da Saúde
Publicado em 27/01/2014 as 09:54  •  atualizado há 1 segundo

Oito em cada dez queimaduras em crianças ocorrem dentro de casa, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Com as férias escolares, alguns cuidados devem ser adotados para reduzir os riscos desse tipo de acidente.

Dados da Sesa revelam que até setembro deste ano 106 crianças foram internadas com queimaduras, dessas 69 por líquidos quentes e dez por produto líquido inflamável. Mais de 45% dos casos ocorre em crianças até seis anos de idade. Só até setembro, o Governo do Estado já desembolsou R$ 201 mil em diárias de internação.

O cirurgião plástico da Sesa, Ricardo Baptista, lembra que não há vacina contra queimadura e que a melhor forma de evitar esses acidentes é adotando cuidados de prevenção dentro de casa. “Os dados mostram que 80% dos casos são plenamente preveníveis”, ressalta.

Segundo ele, 55% das queimaduras ocorrem por líquido quente (mingau, leite, gordura) e outros 25% por álcool líquido no ambiente residencial, o que caracteriza queimadura doméstica. Outro dado curioso é que 65% dos casos ocorrem com meninos.

A experiência mostra que os casos de queimadura geram em média de 20 a 25 dias de internação, mas podem deixar sequelas psicológicas maiores do que a cicatriz, em função do susto, da dor e do processo de recuperação que é seqüencial e pode durar anos, em alguns casos, dependendo da extensão do ferimento. “A pior sequela é a emocional. Um acidente como esse afeta a família toda”, diz o médico.

Em menor escala, mas não menos perigoso, estão os casos de queimadura por contato com rede elétrica e fogos de artifício. As crianças menores, de um a três anos de idade, por curiosidade, podem tocar ou enfiar algo nas tomadas das paredes, provocando choque. Já com as maiores, o risco é o contato com a rede elétrica na hora de soltar pipa.

Ricardo Baptista diz que, em queimaduras domésticas, as áreas mais atingidas são face, tórax anterior (peito e barriga) e membros superiores. Ele dá uma orientação importante, em caso de acidente: não se deve passar nada no ferimento. No máximo, lavar com água corrente, sem esfregar, para tirar o resíduo do alimento, e procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo de sua casa.

 

Dicas de prevenção

- Crianças devem ficar longe do fogão, de preferência fora da cozinha quando a mãe estiver cozinhando. Os pais devem ficar atentos às atividades dos filhos.

- Os cabos das panelas devem ser virados para a parte de dentro do fogão e, se for ferver ou fritar algum alimento, é preferível usar as bocas do fundo do fogão. Isso diminui o risco de a criança esbarrar nas panelas.

- As tomadas devem ser tapadas e os fios desencapados e os famosos “gatos” evitados, pois podem ser a causa de incêndios e curtos-circuitos.

- Materiais inflamáveis devem ser mantidos à distância das crianças ou, de preferência, evitados pelos pais. É preferível trocar o álcool líquido pelo mesmo produto em gel, pois este é menos inflamável.

- As crianças devem ser orientadas durante as brincadeiras. Por exemplo, não devem soltar pipas perto de fios de alta tensão porque, além de causar queimaduras muito graves, pode levar a pessoa à morte. Os campos abertos e sem postes são os locais adequados para isso. 

- Manter a torneira do gás fechada quando o fogão não estiver sendo utilizado e, de preferência, colocar a botija de gás do lado de fora.

 

Fotos

Férias: redobre a atenção para prevenir queimaduras em crianças

Queimaduras em crianças

https://iuna.es.gov.br/noticia/2014/01/ferias-redobre-a-atencao-para-prevenir-queimaduras-em-criancas.html

Publicações relacionadas

Noticia Iúna terá SAMU em 2020 Prefeito Weliton Virgílio e Secretária de Saúde Vanessa Leocadio Adami participam de reuniões que discutem a melhor forma de implantar o SAMU Regional. há 10 dias  •  Secretaria de Saúde

Noticia Comunidade de Iúna realiza ações contra o mosquito transmissor da Dengue  há 14 dias  •  Secretaria de Saúde

Noticia Prefeitura usa carro fumacê para ajudar no combate aos mosquitos A iniciativa busca atender aos pedidos de moradores, que relataram incômodo causado pelos insetos. há 1 mês  •  Secretaria de Saúde

Noticia Prefeitura de Iúna realiza ações contra o mosquito transmissor da Dengue A Secretaria Municipal de Saúde continua realizando diversas ações contra o mosquito Aedes Aegypti transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. há 1 mês  •  Secretaria de Saúde

Noticia Secretaria de Saúde realiza o "Novembro Azul" Eventos de prevenção e conscientização acontecem ao longo do mês de novembro nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). há 1 mês  •  Secretaria de Saúde

Noticia Carreta Roda-Hans: Iúna recebe projeto de Combate à Hanseníase  há 2 meses  •  Secretaria de Saúde

Noticia Secretaria de Saúde realiza dia "D" da Campanha de vacinação contra o Sarampo e Campanha do Outubro Rosa Evento ocorreu nesse sábado (19) na praça do ginásio de esportes. há 2 meses  •  Secretaria de Saúde

Noticia Dia D da Campanha Outubro Rosa 2019  há 3 meses  •  Secretaria de Saúde

Noticia Secretaria de Saúde presta contas em Audiência Pública  há 3 meses  •  Secretaria de Saúde

Noticia Iúna realiza treinamento sobre tratamento contra a Leishmaniose para os municípios da Regional Sul Técnicos de vários municípios da regional sul recebem treinamento acerca das formas de diagnóstico e tratamento da doença. há 3 meses  •  Secretaria de Saúde

Aguarde, enviando dados!

clear